Continental Tagline
Suggestions
Condução Automatizada
© Continental

Condução Automatizada

Condução automatizada – o futuro começa agora

Desde os sistemas de aviso de afastamento de faixa aos sistemas avançados de assistência à condução atuais são a base para a condução automatizada do futuro. A Continental está a utilizar toda a sua perícia inovadora para fazer avançar esta tendência e está a desenvolver tecnologias inteligentes que assumem cada vez mais funções de condução – desde que o condutor queira que o façam. A vantagem: segurança aumentada, mais conforto, mais comodidade e mais eficiência.

Os condutores podem recostar-se e descontrair – a automatização está a chegar

A automatização irá trazer mudanças radicais em alguns aspetos da condução. No futuro, a crescente densidade de tráfego dará aos condutores tempo para outras atividades no automóvel que ainda são, hoje em dia, impossíveis. O para/arranca do trânsito e o estacionamento em espaços apertados deixarão de ser desanimadores. Os sistemas avançados de assistência à condução já permitem ao proprietário entregar a condução do veículo ao próprio veículo em determinadas situações. Irá haver uma clara progressão da condução parcialmente automatizada para a totalmente automatizada. Os condutores nunca perderão o dinamismo, a paixão e o prazer da condução – com o premir um botão, podem ligar ou desligar os sistemas à sua vontade.

Testes abrangentes e melhoria contínua

Os especialistas da Continental de vários ramos estão a contribuir para o desenvolvimento da tendência da condução automatizada. Na qualidade de fornecedor de fabricantes de automóveis em todo o mundo, a Continental está a assumir os desafios da condução automatizada. Por exemplo, está a desenvolver novas tecnologias de sensores e sistemas informáticos de alto desempenho para as tarefas vindouras. O diálogo homem-máquina envolvido na condução automatizada requer novos componentes e soluções. A inteligência de grupo, formada a partir da frota de veículos na estrada, irá permitir que veículos total e extremamente automatizados vejam literalmente o que se passa ao virar da esquina. Grandes quantidades de dados têm de ser transmitidas de forma extremamente fiável, dentro e fora dos veículos. A base para este desenvolvimento – os sistemas avançados de assistência ao condutor – está já a fornecer serviços importantes na superação do sexto desafio enfrentado pela condução automatizada: a sua gradual aceitação pela sociedade.

Os desafios da condução totalmente automatizada

Tecnologia de sensores: zero acidentes já não são uma utopia. Os sistemas avançados de assistência ao condutor com sensores conseguem registar a área em redor do veículo tão bem quanto os humanos, se não melhor. Os espelhos retrovisores podem ser substituídos por sistemas de câmaras e não só aumentar a segurança, mas também reduzir as emissões de CO2 provenientes de automóveis e camiões. Para a fusão de sensores e, em última análise, para avaliar os dados dos sensores, a Continental está a investigar o uso da inteligência artificial e a aplicar o seu vasto conhecimento da tecnologia de sensores e das unidades de controlo eletrónico ao processo de desenvolvimento.

Conectividade de cluster: A Internet passará a ser o sexto sentido do automóvel. A Continental está a trabalhar num sistema de retaguarda potente que irá fornecer informações altamente precisas sobre o tráfego. A base para isso serão os dados dos sensores partilhados pelos utentes da estrada, associados ao computador de sistema de retaguarda de tráfego. Isto aumenta o alcance dos sensores e permite ao veículo “ver o que se passa ao virar da esquina”.

Diálogo homem-máquina: Qual é a estratégia se o veículo chegar à saída da autoestrada no modo totalmente automatizado e o condutor tiver de retomar o controlo? A Continental está a desenvolver os componentes necessários para a interação futura entre veículos e condutores, e a testar novas soluções para as exigências em mudança no diálogo homem-máquina.

Arquitetura do sistema: As arquiteturas de sistemas futuros para a condução automatizada terão de gerir de forma segura a enorme quantidade de dados a processar no automóvel. Será necessário processar, em tempo real, um gigabyte de dados de sensores por minuto. O aumento da saída dos sensores e o consequente aumento no volume de dados requerem uma arquitetura eletrónica potente e fiável.

Fiabilidade: De momento, os sistemas avançados de assistência ao condutor funcionam como um modo de contingência para o condutor. Com a condução automatizada, caso ocorra uma avaria, o veículo deve conseguir prosseguir o seu caminho em segurança ou parar de forma controlada e segura. Sistemas de travagem especialmente configurados estão já a ser testados em frotas de veículos. Deve também ter-se em conta a proteção contra tentativas de manipulação. A Continental está a trabalhar com outros parceiros das indústrias automóvel e da informática em processos que identifiquem essas tentativas e protejam os sistemas do veículo em conformidade. Este tipo de segurança necessita de atualizações constantes ao software do veículo para assegurar que é utilizada a tecnologia mais recentes ao longo da vida do veículo.

Aceitação: Na opinião da Continental, a condução automatizada será aceite se as pessoas confiarem na tecnologia utilizada. A confiança decorre do diálogo inteligente entre o condutor e o veículo. Os programadores de sistemas avançados de assistência ao condutor e sistemas de informação do condutor de hoje em dia estão a ter isso em conta e, com a crescente prevalência dos sistemas, estão a criar as bases para a aceitação das futuras funções de condução automatizada.

Condução automatizada na indústria automotiva

É possível encontrar informações e pontos de vista atualizados sobre o desenvolvimento da condução automatizada na plataforma da Internet 2025AD.com, juntamente com os últimos relatórios e artigos de especialistas da Continental sobre o tema da condução automatizada. Poderá encontrar uma descrição geral dos artigos relevantes aqui:

Automated Driving at Continental

Continental products for Automated Driving

2025AD.com – news, insights and discussions on Automated Driving

“A condução automatizada é ainda uma perspetiva distante para a indústria da logística”: Estudo de Mobilidade da Continental 2016 centrado nas experiências, pedidos e preocupações de especialistas em logística, empresas de transportes e motoristas de camiões.